Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Talvez Outro Dia

Talvez Outro Dia

Ter | 02.07.19

Bem-vindos (ao manicómio) !

RitaMonteiro

Bem-vindos ao manicómio mais saúdavel da internet. Sim, porque escrever continua a ser a forma mais saudável que esta pessoa tem de se exprimir. 

Chamo-me Rita, tenho 24 anos e sou licenciada em Direito pela Universidade Lusófona (esteriótipos na vossa cabeça e risos). Estou inscrita na Ordem dos Advogados Portugueses desde 2018, o que faz de mim uma Advogada Estagiária de 2ª fase (a maior parte dos dias é motivo de orgulho, nos restantes também não).

Então... sobre mim... eu praticamente não compro roupa, só em casos realmente necessários e porque não posso entrar em tribunal vestida como vim ao mundo, mas basicamente não sou uma louca por compras, até porque gasto todo o meu dinheiro em viajar sempre que posso, e... ah! e em ser uma estagiária não remunerada :)

Trabalho desde os 18 anos, todos os verões, para fazer as viagens que quero durante o ano sem ter de pedir nada a ninguém. Sim, quando me começarem a conhecer vão perceber que eu detesto pedir o que quer que seja a alguém ou ficar a dever favores. Sabem aquelas pessoas que vão a um casamento e pedem um vestido emprestado a uma amiga? Nunca serei eu na vida, detesto pedir o que quer que seja, detesto a ideia e ficar em favores a alguém, porque não me revejo na ideia de depender de outra pessoa seja para o que for. 

Então, quando estudava no secundário, tinha 15/16 anos, tive um blog aqui no Blogs sapo ( https://estaraparigaestalouca.blogs.sapo.pt/ ), foi a minha primeira experiência com um blog e claro que contava lá todos os meus amores e desamores da adolescência, todas as "sofrências", todas as dores de amor e de amizade, todos os dramas típicos de um adolescente em ascensão (risos). Claro está, com o tempo aquele blog deixou de fazer sentido, tanto porque cresci e mudei (como é normal, agora já estou noutra fase da minha vida, tenho a minha carreira, tenho a minha casa e uma vida de um adulto comum, mas muito mais interessante, como é óbvio), como por já não me rever em parte das coisas que lá escrevi, o que não retira o mérito merecido na altura, e claro que acho piada ao blog até por perceber como é que as situações da infância/adolescência nos moldam e fazem de nós as pessoas que somos hoje. É muito importante para mim ir rever os textos que escrevi há 10 anos atrás, até para perceber muitas das minhas atitudes (maioritariamente protetivas de mim mesma) que tenho hoje em dia. Na verdade todos nós somos assim: a experiência de tudo o que vivemos e dos caminhos que escolhemos seguir. 

Neste blog pretendo dar a conhecer um pouco as minhas vivências, a minha forma de ver a vida, também partilhar as experiências das viagens que faço e das pessoas que cruzam o meu caminho. Nem todos os textos serão o espelho do que estou a viver, ás vezes só me apetece escrever sobre determinado assunto e não é necessário que seja realmente algo que eu esteja a viver na primeira pessoa, posso até escrever sobre coisas que nunca vivi, mas simplesmente me apetece escrever. Não tentem perceber o que é real ou não nos meus textos, não pensem que por escrever um texto triste e deprimente é porque me sinto assim. A escrita é a forma mais libertadora que temos para nos soltarmos de sentimentos que não queremos sentir, ou simplesmente de mostrar ao mundo o ridículo de uma situação que presenciámos, ainda que não seja na primeira pessoa. 

E é isso que faço: escrevo para me libertar, e tento que quem lê o que eu escrevo se liberte também. Acima de tudo para andarmos aqui nesta vida felizes, porque tudo passa. Os dias maus passam, os dias em que nos sentimos brilhantes também. Mas todos, sem exceção, são necessários para que esta porra toda valha a pena! 

 

Então sejam bem-vindos ao manicómio,

sejam bem vindos à minha cura e à vossa cura também. 

RitaMonteiro

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.